29 de setembro de 2014

Resenha: Trilogia A Seleção da Kiera Cass!

Livros, ah, os livros! Neles podemos ir pra qualquer lugar, aprender e sonhar. É a melhor fonte já existente para os prazeres da vida e muitas vezes, a salvação em variados momentos das nossas vidas. É neles que me encontro, neles é onde tenho a certeza das minhas incertezas, não há medo ao enfrentar certas situações depois de uma boa leitura.
E é depois desse pequeno trecho que irei falar de uma trilogia que na minha opinião merece ser lida e relida várias e várias vezes. Vamos lá?


Kiera Cass soube escrever e passar para esses três volumes algo que me deixou sem ar! A cada página você não consegue parar até ler algo que tenha algum desfecho e você poder, enfim, respirar. Ufa! Meu gênero favorito é romance histórico, e esse, foi bem interessante, ele se passa depois da Terceira Guerra Mundial, onde os EUA se tornou Estados Unidos da China. Bem louco, né? As famílias são divididas por Castas de acordo com as profissões, por exemplo, a nossa personagem principal, America Singer era da casta Cinco porque ela era artista, então, a família dela teria que se sustentar dentro da arte. E por aí vai, a Casta Um obviamente eram da realeza e a Oito eram os que não possuíam nada ou teriam feito algo terrível para a Um e foram rebaixados de casta e vivem na rua.

"Não queria ser da realeza.
Não queria ser Um.
Não queria nem tentar."

Tudo começa com uma carta. (Ah, as cartas..) America Singer recebe um comunicado da realeza que o único filho dos reis e herdeiro Illéa iria se casar e como já vinha acontecendo há gerações o casamento seria ocorrido por uma Seleção. (Que nós podemos associar a um Reality Show). Essa Seleção seria de todo o país e apenas 35 meninas iriam ser escolhidas.. E claro que America é escolhida. Mas antes de tudo ocorrer houve um contratempo com seu namorado Aspen (que era da Casta Seis, por ser um empregado), eles não podiam se encontrar para ficarem juntos, era proibido exatamente por ele ser inferior a ela. Depois de uma briga entre os dois e alguns desentendimentos, ela acaba se inscrevendo no concurso e é como eu disse, escolhida.

"Não se sentia capaz de ser princesa. 
Não queria abandonar Aspen.
Não sabia o que fazer."

É nesse segundo volume que começa o triângulo amoroso e provavelmente algum probleminha de coração. Agora são 6 garotas e ela continua ficando na Seleção mesmo sem saber escolher o que realmente quer. Ela tem uma mistura de sentimentos que não sabe controlar, ela reconhece o que nosso príncipe Maxon tem de melhor, mas não consegue apagar da memória tudo o que já viveu com Aspen. E claro que tem a coroa. America recua toda vez que pensa que ela um dia teria que ocupar o lugar da rainha. É nesse livro que quase tive uma síncope por ela não querer escolher logo, diante do fato de que as outras 5 meninas estão lutando pela coroa e pelo casamento. Arrrg, fui Team Maxon desde o primeiro livro e não contive minha raivinha pela America, mas, foco, força e fé...

"Estava cansada da competição.
Precisava terminar de vez com Aspen.
Lutaria por Maxon."

Querem uma dica? Comprem os três volumes de uma vez. Não ousem comprar um por um. Sério. O meu terceiro volume chegou duas semanas depois que eu tinha acabado os outros dois. Pensem numa pessoa desesperada? Mas tudo foi ficando calmo quando, no decorrer da leitura eu me apaixonava ainda mais por esse casal. Príncipe Maxon, sendo príncipe e tudo o que fez nossa America resolver o que queria. O triângulo amoroso terminou da melhor forma que Kiera Cass poderia ter imaginado.
Mas, como nada (nem nos livros) é um conto de fadas, nessa estória passamos por dificuldades com os Rebeldes. Quem são? O que queriam? Aparentemente eles eram dois grupos, bem diferentes um do outro. Um, queria machucar a realeza ou tudo que passava na frente, o outro, vocês podem conferir lendo esses livros graciosos com a capa da moça linda com vestidos maravilhosos. Rs

Espero que eu tenha aguçado a vontade de ler e descobrir tudo o que esses três livros podem te contar. E se você já leu, a America, Maxon e Aspen estão com saudades e querem ser relidos. Aposto que sim. 

Ah! Nos agradecimentos do segundo livro, Kiera Cass escreve: "(...) Espero que ele tenha feito você sentir a inevitável necessidade de tuitar às três da manhã. É o que acontece comigo, pelo menos." E foi o que aconteceu comigo, Kiera tem twitter e podem encontrá-la aqui.

23 de setembro de 2014

Guia online Guiato


Oi gente!

Normalmente ficamos horas e horas procurando aquele vestido para ir ao um jantar, ou aquele acessório que vai casar certinho com o look que você está pensando. Mas agora você não precisa de muito tempo para encontrar o produto que deseja, isso porque existe o Guiato.

Um guia online de ofertas muito bom onde você encontra diversos catálogos de várias lojas por todo o Brasil. Portanto, antes de ir às compras, acesse o Guiato e confira todos os lançamentos da sua loja favorita.



Navegar no site é muito simples, você vai encontrar catálogos como: http://www.guiato.com.br/Varejistas/Leroy-Merlin. E informando o seu CEP, o Guiato mostra localização exata da loja desejada mais próxima de você. Não é ótimo?

Não se esqueça de compartilhar a novidade com os amigos e familiares. Aproveite e baixe o aplicativo em seu celular ou tablet - compatível com iOS e Android.


20 de setembro de 2014

Essência de maracujá










Dizem que a essência 
A verdadeira essência 
Nunca muda 
Mas o que é essência? 
Posso encontrar na farmácia? 
É pra pingar nos olhos? 
Ou comprimidos 
Em tamanhos pequenos? 
Ou curativos 
Para tratar as cicatrizes?

Talvez a essência não exista
Talvez seja apenas uma invenção
Algo em que se acredite
Algo para se procurar
Algum passa-tempo
Ou alguma desculpa
Para não reinventar-se
Afinal de contas, se a essência de fato
Existisse
Eu gostaria de muda-lá
Uma vez por semana
Uma vez por mês
Ou toda vez que eu começasse um livro novo
E a personagem principal
Fosse eu

15 de setembro de 2014

Hidratando o cabelo com Chantilly Pró Liss - KERT

Oi gente! 
Vou contar uma coisa pra vocês: Adoro receber produtinhos da Kert pra testar porque sempre me surpreendo com as novidades, essa marca de produtos para o cabelo que é parceira do blog há muito tempo em enviou o o kit Termal Act para testar e resenhar aqui no blog, e vou contar pra vocês o que eu achei.

Alguém já ouviu falar nesse Minute Cream Chantilly? Bom, eu não. Sou meio desligada do mundo, então, se a novidade não chegar até mim, nunca passará pela minha cabeça em procurar... Não sei, talvez seja medo de jogar dinheiro fora, porque eu sou muito mão de vaca, até comigo mesma. Mas enfim!

O Minute Cream Chantilly vem nessa ampola de 10 ml. A embalagem recomenda colocar 5 ml do Minute Cream em 40 ml de água para cabelos curtos ou 10 ml em 40 ml de água para cabelos longos e misturar até adquirir uma consistência parecida com a do chantilly.

Eu misturei 5 ml da ampola com 40 ml de água, como recomendado, e bati bem com essa colher. Ficou um creme super consistente, como se fosse em um passe de magia HAHAHA. A quantidade foi exata da que eu uso sempre dos cremes de hidratação comuns, e o legal é que ainda sobrou para mais uma vez! 

Agora, um passo-a-passo de como hidrato meu cabelo:
1 - Lavo bem o cabelo com shampoo Termal Act da KERT, repito o procedimento e deixo agir por alguns instantes. Depois enxaguo e aplico o condicionador Termal Act da KERT e deixo agindo por três minutos.
2 - Depois de dividir o cabelo pouco úmido em duas partes, começo aplicando uma pequena quantidade de creme nas madeixas internas do cabelo, aquelas que sempre são as mais ressecadas.
3 - Vou começar pelas madeixas internas e subindo até a franja, mas lembre-se de que não é recomendado passar creme na raiz. Só no comprimento.
4 - Repito o procedimento 2 do outro lado.


5 - Depois de ter aplicado o creme no cabelo todo, pentei-o para trás e faço um coque sem prender com qualquer presilha que for.
6 - O Minute Cream não pede pra usar a touca, até porque o produto promete hidratar o cabelo em 5 minutos, mas eu coloquei só pra não perder o costume e deixei agir em 5 minutos.
7 - Passado os cinco minutos, vou lavar o cabelo. Retiro todo o excesso, até não sobrar nenhum vestígio de creme.
8 - Gente! O Cheiro que fica no cabelo é muito bom, e muito forte também!

9 - Em vez de usar o leave in que eu estou acostumada, deixei para usar o defrizante temporário Termal Act.
10 - Passei em todo o comprimento do cabelo começando sempre pela madeixas mais internas.
11 - Para controlar o volume, modelar os cachos e proteger dos raios solares usei o Elixir Argan Oil da Kert como reparador de pontas.
12 - Apenas algumas gotinhas do elixir na palma da mão, esfrego bem até sentir as mãos quentes e amasso o cabelo de baixo para cima várias vezes até não sentir mais o produtos nas mãos.

Gente, eu realmente adorei essa linha. Meu cabelo é cacheado, como vocês sabem! Essa linha é recomendada para cabelos lisos e isso de alguma maneira interferiu nos meus cachos, mas não ficou feio, juro! Deixou meu cabelo menos cacheado e mais ondulado, eu curti bastante, sem falar que no dia seguinte recebi vários comentários sobre o perfume maravilhoso do meu cabelo e como ele estava brilhante e macio e sedoso e por aí vai. Nem te conto o que usei! Hahaha 

Então, é isso galera. Mais uma vez, recomendo super a Kert pra vocês. Dá uma olhada nas redes sociais (Twitter | Facebook | Youtube | Instagram) e no site oficial da marca. 

Beijinhoss

13 de setembro de 2014

Inspire-se no look: Hanna Marin

"Você pode falar muito sobre uma pessoa através de seus sapatos."
Oi gente!
O post de hoje é pra se inspirar no look de Hanna Marin, a personagem de Ashley Benson. Não sei se falei isso de Aria ou Emily, mas Hanna é a personagem com quem eu mais me identifico no jeito de ser, com o gênio meio fraco, falando coisas sem sentidos, meio fútil, super sensível, se vestir conforme o seu humor e por aí vai... Tem muito de Hanna em mim. O segredo de Aria, como dito em posts anteriores, era ter um caso com o professor, o de Emily era ser lésbica e o de Hanna era a bulimia e a mania de roubar coisas. Hanna teve sérios distúrbios alimentares e sérios problemas com a polícia (nada que sua mãezinha não resolva). Mas ela superou isso, se tratou e agora está linda, magra, rica, cheia de problemas e super estilosa. Dá uma olhada nos looks dela que eu separei pra vocês:

Hanna definitivamente fica muito bem de verde. Ela sabe muito bem disso.

Na sua fase rainha da escola, Hanna se arrumava como uma verdadeira lady, usando blazer com cortes retos ou não.

Saia jeans, saia de couro, de algodão ou qualquer outro tecido que seja fica lindo em Hanna, até porque ela adora mudar o estilo uma vez ou outra.

Se fossemos amigas, com certeza pegaria algumas jaquetas emprestadas e não devolveria. Hanna ama jaquetas!

E os vestidos então? Fica tão mocinha ♥

Han usa de t-u-d-o. Já falei de blazer, saia, vestido... Mas tem outra peça de roupa que ela não dispensa de jeito algum. São as calças, calças super estilosas, metalizadas, estampadas, rasgadas e por aí vai. Pra ela não existe look básico.

E agora, por fim, mas não menos importante, são os casacos de lã que Hanna está usando muito nessa sua nova fase rebelde. Em dias de TPM ou em dias que eu definitivamente não quero sorrir, eu uso os meus casacos mais largos e com cores mais escuras o possível, é uma forma de mostrar pro mundo que sim, estou de mau humor e não, não venha falar comigo. Hanna é meio assim também.

Então amiguinhas, é isso. A próxima liar que vai ter um review aqui no blog será Spencer Hastings, a minha outra preferida Liar ever. Fala sério, acho que todas são as minhas preferidas, não dá pra escolher!
Beijão

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...