26 de outubro de 2014

Onde fazer cartões de visita


Oi gente!

A postagem de hoje é um recomendação para quem, assim como minha família, tem comércio. Seja loja de roupas, livrarias, mobiliária, restaurante, agência de transportes ou o que for, se você quer ter sucesso na sua determinada profissão, a divulgação é mais do que importante, ela é essencial. 

A distribuição de panfletos e cartões de visita podem aumentar muito as suas vendas, assim como os banners, cartazes, posteres, informativos que realmente chamam muito a atenção. Porém, sabe-se que nada disso adianta se for feito de qualquer jeito.

Procurar profissionais que realmente entendem disso é uma opção para conseguir panfletos, banners, entre outros com boa qualidade e que chamem a atenção sem causar uma poluição visual. Foi-se embora o tempo em que em um simples cartão de visita precisava ter excesso de informação além dos dados da loja. 


Por isso recomendo a Printi. A Printi é uma gráfica online que além de preço, qualidade, é super competente e tem ótimo gosto. É muito simples comprar com a Printi, se você quiser mandar a arte, eles imprimem e mandam pelo correio, caso contrário, é só passar as informações que eles mandam a arte por e-mail e aguardam a aprovação. 

A Printi faz vários tipos de banners, panfletos, folhetos, cartões de visita, cardápios, convites, faixas, envelopes personalizados, cartão postal, tag, cartão fidelidade, marca página e etc. São inúmeras as opções. A foto do comecinho do post foram os cartões de visita da minha loja que a Printi enviou para mim, após a aprovação da arte, recebi em casa em três dias! 

Os preços são ótimos, você pode escolher qual papel quer usar, o tamanho, o acabamento, as cores, a forma de pagamento... A produção é feita em menos de 48h. É absolutamente simples, o atendimento é incomparável, não precisa nem levantar da cadeira pra qualquer coisa, é muita facilidade pra quem tem o dia corrido e não tem tempo de ir à uma gráfica.

Enquanto isso, fico aqui namorando meus cartões de visita. Fala sério! Ficaram lindos demais ♥ se você quiser fazer um cartão de visita assim como o da minha loja, clica aqui que vai direto na pagina (PS: o frete é grátis) :) bom, espero que tenham gostado, assim como eu. Deem uma olhada no site da Printi e tirem suas próprias conclusões ;)
Beijosss

24 de outubro de 2014

Fica à vontade, dezoito


Se eu ganhasse 1 real a cada pessoa que dissesse que ao fazer 18 anos nada muda na sua vida, apesar das expectativas, eu estaria comendo meu lanche vegetariano com molho de pimenta nesse exato momento. Acredito que não existe algo que realmente possa mudar, exceto pelo fato de que agora posso ter um cartão de crédito, de que qualquer coisinha que eu fizer de errado, serei cobrada em dobro porque agora sou maior de idade e principalmente, porque agora eu realmente me sinto adulta, mais encorajada a tomar decisões, decidida a ter responsabilidades de adultos e deixar para trás todo aquele drama adolescentrico que já tinha virado rotina na minha vida.

Parando pra pensar como foi o meu último ano, eu diria que foi decepcionante e ao mesmo tempo, super excitante. Diferente dos meus quinze anos, não fiz muita coisa que nunca pensei que faria. Na verdade fiz, mas não foi tão legal como imaginei que seria, talvez a culpa seja da expectativa que fui criando antes de me divertir um pouquinho.

É engraçado que no ano novo fiz uma lista de coisas que eu gostaria de fazer antes de ter dezoito. Realmente realizei grande parte delas, mas foi chato. Sim, foi suuuuuper chato... Sempre digo que o que tem que acontecer, vai acontecer. Ficar se esforçando pra conseguir algo (ou alguém) é a coisa mais tediosa do mundo, porque quando você consegue aquilo que tanto queria, você fica aliviado por não precisar se esforçar e depois de um tempo não dá tanta importância àquilo. Bom, pelo menos é assim comigo.

Ahh... Com dezessete anos... Nossa... Como desejo esquecer de muitas coisas que aconteceram esse último ano. Vou contar uma coisa pra vocês: ao mesmo tempo que esse ano foi o máximo, eu quero deixar muitas ex-amigas para trás, quero esquecer das provocações, dos problemas, de um certo professor maluquinho, das distrações que me atrapalharam na escola, no cursinho, em tudo. Realmente vou cobrar muito de mim agora, que tenho 18 anos, quero deixar de ser menina e começar a ser mulher. Não é qualquer pessoa que decidir bagunçar a minha vida, assim, do nada, que vai conseguir. A pessoa vai ter que ser muito foda pra isso.

Ok, talvez eu tenha escrito tudo isso, talvez vocês tenham percebido como estou super animada por ter dezoito anos agora, mas todos nós sabemos que isso é só um número. Espero do fundo do meu coração que eu continue sendo essa pessoa doce, sorridente, alegre que todo mundo diz que sou. Espero deixar de ser tão ingênua, sensível e boba. Espero continuar vendo o lado lindo do mundo mas ficar esperta com o lado ruim, feio e nojento que esse último ano esfregou na minha cara para eu nunca mais esquecer.

Lista de desejos para os 18 anos:
1 - Passar na UFRGS
2 - Escrever para algum jornal/revista
3 - Ficar famosa (hehehe algumas coisas nunca mudam)
4 - Ser mais organizada
5 - Ter o cabelo super comprido
6 - Ganhar o meu próprio dinheiro
7 - Ser mais confiante 
8 - Ter a auto-estima lá em cima, no topo, acima das nuvens.
9 - Alguém em que eu possa confiar
10 - Comprar uma moto.

Enfim... É isso galera. Não sei se vocês leram, mas só pra não perder o costume...:

22 de outubro de 2014

Look do dia: Vestido preto de dia






Adoro quando o dia favorece para fotografar! Resolvi montar esse look pra mostrar que é claro que dá pra usar vestido preto de dia (dãã), é só saber com quais outros acessórios e sapato usar. Vestido preto é uma peça curinga no guarda-roupa, não pode ficar de fora do dia-a-dia =)

Esse vestido é de Chicago, um presente da minha tia quando fui pra Palestina. Sou super in love com ele ♥ E o brinco é da Lari! Lindo demais ♥ Vamos aproveitar que estamos na primavera e usar tudo que quisermos sem nos preocupar com motivos bobos!

Espero que tenham gostado das fotos ♥♥♥ Sigam-me no instagram ☺☻
Mil bessos

18 de outubro de 2014

Você deveria facilitar as coisas para mim

Foto por Rachel Baran

Se eu soubesse que voltaria atrás quando disse que aquela seria a última vez, provavelmente faria mesmo assim só pra provar para mim mesma que quando quero, eu consigo, e que não existe problema algum em mudar de ideia, afinal de contas, mudar de ideia é o meu passatempo preferido. Tudo era questão de tempo e perspectiva até eu perceber o tamanho do problema em que me meti.

Talvez se eu parasse de pensar que o mundo gira ao meu redor, as coisas seriam menos difíceis. O fato de eu ser mimada atrapalha muito nas decisões. Sim, eu sou mimada, confesso, digo, repito... Eu... Sou... Mimada. Se eu quero, não me faça mudar de ideia. Se você diz que eu não posso, provo-te o contrário. 

Você, talvez seja o pior problema que eu já tive. Consegui acabar com amizades que tentaram acabar comigo, consegui recuperar a nota no 3º bimestre, consegui aumentar o número de visualizações diárias do blog... Consegui resolver qualquer problema que tinha feito parte da minha vida. O seu problema é que você não faz parte da minha vida, por isso não posso te resolver. Por isso, também, você seja um problema, por não perceber que quero que faça parte da minha vida, para eu te resolver logo e partir a procura de outros problemas. Você deveria facilitar as coisas para mim.

Se existisse algum remedinho para fazer-me parar de pensar em você, provavelmente estaria dopada agora e daqui a algumas semanas, seria diagnosticada a minha morte por overdose. Adoraria ver-te sentindo a culpa. Sinceramente? Você realmente deveria saber que com sentimentos a gente não pode brincar.

Por isso sempre digo à mim mesma que a gente se merece. Somos exatamente iguais, eu sei o que você quer e você sabe o que eu quero, mas divertir-se confundindo os sentimentos um do outro é muito mais interessante. É claro que eu não sou a pessoa mais organizada do mundo, e é claro que você adora complicar as coisas. Afinal de contas, se você não pode resolver algum problema, piore-o. Você faz isso muito bem. 

15 de outubro de 2014

Resenha do livro: "1 página de cada vez!"

Voltei com mais uma resenha de livro e dessa vez, é um livro diferente. Com a intenção totalmente diferente de qualquer outro livro, nesse, você poderá escrever, responder o que pedir, participar do livro e completá-lo. Quem nunca ouviu falar do livro "Destrua este Diário?" É quase, mas o propósito não é destruí-lo e sim, escrever. Não é ótima a ideia? Eu adoro esse tipo de livro, e, para quem não é muito fã de ler, começar com um livro assim é ótimo.


O livro é uma graça, todo amarelinho e tem 365 páginas que você terá que responder. Como o próprio livro diz: "Cada uma das 365 tarefas deste livro vai encorajar você a desenhar, escrever, criar listas, refletir e compartilhar. Este livro é o seu novo melhor amigo". 



Eu o comprei no último domingo 12 e como ele tem 365 tarefas, vou começar a escrever no meu aniversário e quando acabar, exatamente no meu aniversário poderei ver o que mudei durante esse um ano respondendo o livro. Já é meu melhor amigo.
Nesse livro podemos ser nós mesmos sem receios do que o outro pode pensar, eé passar para o papel o que sentimos. Acreditem em mim, vai ajudar e muito.

E a?! Gostaram? Me contem a experiência de vocês com o livro e  quiserem resenha de algum livro em especial, deixem aqui nos comentários.

Beijos, Eugênia D'Santiago.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...